Dicas para conviver com o TDAH

Sabemos que o TDAH, não é um transtorno exclusivo de crianças, ele pode se estender até a vida adulta, caso não seja tratado na infância. E quando acomete os adultos, fica difícil manter uma vida saudável, tanto pessoal, quanto no trabalho e social. As mudanças de comportamento e a dificuldade de seguir regras prejudicam o convívio de adultos com TDAH com outras pessoas. “Eles são normalmente mais mandões e não conseguem cumprir acordos, o que dificulta relacionamentos longos”, diz Evelyn Vinocur. De acordo com a Associação Brasileira de Déficit de Atenção, aproximadamente 25% dos adultos com TDAH podem ter sérios problemas de conduta antissocial. “O convívio com outras pessoas é bastante desgastante para esses pacientes, que costumam se sentir isolados e solitários, abrindo espaço para a depressão”. (Já falamos aqui no site também sobre depressão, clique aqui e veja mais) Por essa razão estabelecemos algumas dicas para auxiliar a minimizar os efeitos do déficit de atenção e hiperatividade. Em primeiro lugar, devem-se criar regras simples e objetivas, pois regras muito extensas faz com que a pessoa que possui TDAH se disperse do foco.

Veja outro artigo em nosso site onde falamos sobre Transtorno de Déficit de Atenção, Hiperatividade e Impulsividade – TDAH

1 – Mantenha seu cérebro organizado

Se você se distrai constantemente com pensamentos persistentes enquanto tenta estudar ou trabalhar, escreva seus objetivos em um papel. Isso vai te ajudar a manter o foco no que você deveria estar fazendo. Não em uma pasta do seu computador, ou em algum lugar da sua agenda. Você precisa mantê-la no seu campo visual todo o tempo para ajudá-lo a manter o foco e realizar as atividades do dia-a-dia.

Para auxiliar na organização, mantenha uma rotina. Alguns procedimentos simples podem ser tomados para diminuir o estresse e as alterações de humor da pessoa com TDAH.

  • Se Movimente – Exercícios são indicados para todos em geral, porém as pessoas que tem TDAH podem se beneficiar ainda mais. Alivia o estresse, melhora o humor, acalma a mente e ainda ajuda a gastar o excesso de energia que as pessoas com TDAH têm.
  • Durma bastante – e durma bem! Poucas horas de sono aumentam os sintomas do TDAH, diminuindo a capacidade de manter o foco durante dia. Para isso, evite tomar cafeína antes de dormir, mantenha uma rotina à noite e evite exercícios por até uma hora antes de ir dormir. Desacelere seu cérebro, prepare um ambiente propício para o sono, coloque uma música calma, e apague as luzes, isso facilita na desaceleração e ajuda a ter uma noite saudável de sono. Um chá calmante antes de dormir, será bem – vindo.
  • Alimentação correta – Comer bem ajuda a diminuir a distração, hiperatividade e os níveis de estresse. Pequenas porções durante o dia, ingerir pouco açúcar, menos carboidrato e mais proteínas podem ajudar a reduzir os sintomas do TDAH.
  • Não deixe nada para depois – Para evitar os “esquecimentos” constantes e desordens comuns em adultos com TDAH, faça o que tiver que ser feito na hora. Evite ao máximo deixa para depois, tarefas como: responder e-mails, organizar a bagunça, retornar uma ligação, preparar uma apresentação. Não podem ser deixados para o dia seguinte.

2 – Aprendendo a administrar o tempo organizando-se

Como os adultos com TDAH tem uma percepção diferenciada do tempo, eles costumam perder prazos, tarefas, horários. Sempre acreditam que ainda tem tempo para realizar as tarefas, enquanto que na verdade não tem.

  • Antecipe-se – Programe-se. Adiante o relógio uns 5 ou 10 minutos. Assim se você se atrasar, ainda terá um tempinho para concluir a tarefa. Use alarmes, e anote seus compromissos com alguns minutos de antecedência. Utilize o computador e celular ao seu favor, colocando dispositivos para lembrar-se de sua tarefa.
  • Defina prioridades – Defina as suas tarefas mais importantes do dia e depois as com menor importância. Procure etiquetar suas coisas, assim a organização fica mais fácil. Crie compartimentos para seus documentos em, isso lembrará você de colocar cada coisa no seu lugar.
  • Evite distrações na sua rotina – Escolha um melhor lugar para realizar suas tarefas, de preferência silencioso e que não possua muitas distrações. Dê preferência a um ambiente longe de janelas ou ruídos. Se você precisa usar o computador na escola ou no trabalho, coloque um dispositivo que bloqueie o acesso aos seus sites favoritos, assim fica mais fácil evitar a distração. Procure manter o seu local de trabalho/estudo organizado e limpo. Caso trabalhe em casa, desligue rádios, celulares e televisores, é muito fácil se distrair com eles.
  • Às vezes dizer não é preciso – A impulsividade no adulto com TDAH pode fazer com que ele aceite executar muitos projetos ou compromissos de uma só vez sem uma avaliação prévia e ponderada das suas capacidades e, consequentemente, não consiga finalizar nenhum. Isto gera sentimentos de frustração, baixa autoestima e incompetência. Não se prejudique.

3 – Não se sabotem

  • Use seu hiper foco ao seu favor – Se você estiver totalmente concentrado e imerso em um projeto, não interrompa o fluxo. Há momentos em que imergir completamente em uma tarefa é um ponto positivo.
  • Surgiu uma ideia – Assim que você tiver uma ideia anote-a. é muito fácil você pensar em outra coisa e a ideia sumir e ser esquecida. Por isso é importante você sempre ter um caderno, ou bloquinho de papel e caneta, para anotar suas ideias.
  • Conte com quem te ama – Amigos e familiares sempre é bom ter por perto, pois eles lembrarão você de fazer suas tarefas. E te apoiaram em suas dificuldades.
  • Presenteie-se – Crie o hábito de todas as vezes que finalizar uma tarefa ou um projeto, premiar-se. Quanto maior o projeto, maior a premiação.

Lembrem-se, essas são algumas dicas para se ter um bom convívio com o transtorno, o que não substitui a psicoterapia e a medicação. Então, procure sempre um psicólogo, ele é o profissional que o ajudará a lidar com os problemas causados no dia – a dia.

Referências:
ABDA – Associação Brasileira de Déficit de Atenção
Supera TDAH

Faça um Comentário