A Dor e as Emoções – Um olhar da Psicologia

Os padrões emocionais condicionam nossa estrutura

Pescoço: Inflexibilidade, teimosia, não querer ver outros pontos de vista.

Ombros: representam a habilidade para viver nossas experiências de uma maneira feliz. Fazemos da vida uma carga por causa de nossa atitude.

Coluna: representa o suporte da vida.

Superior: falta de apoio.

Média: culpa, ancorado no passado.

Inferior: medo por dinheiro. Falta de suporte material.

Cotovelo: representa a mudança de direção e a aceitação de novas experiências.

Punho: representam o movimento, a tranquilidade e a simplicidade.

Quadris: Medo de ir além das decisões importantes.

Joelho: Teimosia no orgulho e no ego. Medo, inflexibilidade, esgotamento.

Tornozelo: Inflexibilidade e sentimento de culpa. Representam a habilidade para receber prazer.

Joanetes: falta de alegria ao viver as experiências da vida.

Nosso corpo é o reflexo de nossa alma.

Artrite: Ressentimento, crítica, não se sentir amado.

Fraturas: Rebeldia contra a autoridade.

Bursite: Ira reprimida.

Inflamação: medo, pensamentos inflamados, braveza.

Dor nas articulações: representam as mudanças na direção da vida e sua aceitação.

Perda de equilíbrio: pensamentos dispersos, falta de concentração.

Ciática: Medo pelo dinheiro e pelo futuro.

Hérnia de disco: indecisão, sensação de que a vida não nos apoia.

Distensão: resistência às mudanças.

Fraqueza: necessidade de descanso mental

 

Faça um Comentário